Teste tuberculínico, teste de tuberculina, ou PPD (teste de tuberculose)

0
33643

Teste tuberculínico, teste de tuberculina, ou PPD (teste de tuberculose). Como é feito o teste? É se der positivo?

Teste tuberculínico, teste de tuberculina, ou PPD (teste de tuberculose)

O teste tuberculínico, também chamado de PPD por causa da sigla em inglês que significa derivado proteico purificado, é um teste usado para determinar se a pessoa tem tuberculose (TB).

A tuberculose é uma infecção grave, geralmente nos pulmões, causada por uma bactéria chamada Mycobacterium tuberculosi que é transmitida pelo ar exalado de uma pessoa infectada. A bactéria da TB pode permanecer inativa no corpo da pessoa por anos. Quando o sistema imune da pessoa está debilitado, a TB pode se tornar ativa e gerar sintomas como febre, perda de peso, tosse e suores noturnos. TB resistente a drogas (tuberculose que não responde aos antibióticos) é um problema de saúde pública grave em muitas partes do mundo, incluindo o Sudeste Asiático e a África.

Quando o corpo está infectado pela TB, ele se torna extremamente sensível a certos elementos da bactéria, como o derivado proteico purificado. PPD (teste tuberculínico) O teste PPD verifica a sensibilidade do corpo da pessoa, informando ao médico se ela tem ou não TB.

Leitura do PPD
Leitura do PPD

Quem deve fazer esse teste?

A tuberculose é uma doença altamente contagiosa. A Organização Mundial da Saúde estima que 2 bilhões de pessoas no mundo tenham tuberculose inativa e 3 milhões de pessoas morrem de tuberculose anualmente. (OMS) No entanto, a doença é relativamente rara nos Estados Unidos e a maioria das pessoas nos EUA que são infectadas pela doença não apresentam sintomas.

O indivíduo precisa fazer um teste se:

  • esteve próximo de alguém com TB
  • trabalha no setor de saúde (todas as pessoas que trabalham do setor de saúde devem ser triadas rotineiramente)
  • tem o sistema imune debilitado devido a certos medicamentos como esteroides, imunossupressores, ou doenças como câncer, HIV ou AIDS

O Teste

A pele da parte interna do antebraço da pessoa é limpa com álcool. Em seguida, é aplicada uma pequena injeção que contém PPD. A agulha é colocada delicadamente sob a camada superior da pele. A pessoa pode sentir uma leve ardência. Aparecerá uma pequena vermelhidão ou inchaço, que geralmente desaparece depois de algumas horas.

Depois de 48 a 72 horas, será preciso voltar ao consultório do médico. Um enfermeiro ou outro profissional médico verificará a área onde foi aplicada a injeção para ver se houve reação ao PPD. Existe um risco pequeno de vermelhidão ou inchaço grave no braço, especialmente se o indivíduo teve um teste PPD positivo anteriormente e está fazendo o teste novamente.

Resultados

Se a pele da área onde foi aplicada a injeção de PPD não estiver inchada ou estiver pouco inchada em 48 a 72 horas depois da injeção, o resultado é negativo. Um resultado negativo significa que, muito provavelmente, o indivíduo não foi infectado pela bactéria que causa a tuberculose. O volume do inchaço pode ser diferente para crianças, pessoas com HIV, idosos ou outros indivíduos de alto risco.

Uma reação pequena, chamada de endurecimento, no lugar do teste (5 mm de inchaço firme) é considerada um resultado positivo em pessoas que:

  • tenham HIV
  • tenham recebido transplante de órgão
  • tenham um sistema imune debilitado ou tomem esteróides
  • tenham tido contato com uma pessoa com TB ativa
  • apresentem alterações em uma radiografia do tórax que aparentem ser resultado de uma infecção de TB anterior

Membros deste grupo de alto risco podem precisar de tratamento, ainda que um resultado positivo não signifique necessariamente que tenham tuberculose ativa. É necessário fazer mais exames para confirmar o diagnóstico.

Reações maiores (10 mm de inchaço ou mais) são consideradas resultados positivos em pessoas que:

  • tenham tido resultado negativo no teste PPD nos últimos dois anos
  • tenham diabetes, insuficiência renal e outras condições que aumentam o risco de tuberculose
  • trabalhem no setor de saúde
  • usem drogas intravenosas
  • sejam imigrantes e que tenham vindo de um país com uma alta taxa de tuberculose nos últimos cinco anos
  • tenham menos de 4 anos de idade
  • sejam bebês, crianças ou adolescentes que tenham sido expostos a adultos de alto risco
  • vivam em condições de aglomeração, como presídios, casas de saúde ou abrigos para sem-teto

Para todas as outras pessoas sem um fator de risco conhecido para tuberculose, um inchaço endurecido de 15 mm ou maior na área da injeção indica uma reação positiva.

Teste tuberculínico, teste de tuberculina, ou PPD (teste de tuberculose). Teste positivo e agora? 

Classificação do PPD
Classificação do PPD

Falsos positivos e negativos

Pessoas que foram vacinadas com BCG (bacilo Calmette-Guerin) contra a tuberculose podem ter uma reação falso-positiva ao teste PPD. A vacina BCG é dada em alguns países que têm uma alta incidência de tuberculose. Muitas pessoas nascidas fora dos EUA tomaram a vacina BCG, que não é dada nos EUA devido à sua eficácia questionável.

Resultados positivos podem ser seguidos de uma radiografia do tórax, TC (tomografia computadorizada) e teste de escarro, que procuram tuberculose ativa nos pulmões.

O teste PPD não é à prova de falhas. É importante observar que uma em cinco pessoas infectadas com a bactéria que causa tuberculose não reage ao teste. Doenças como câncer e medicamentos como esteróides e quimioterapia que debilitam o sistema imune também podem causar resultado falso-negativo.

Observação: antes de iniciarmos tratamento com imunossupressores há necessidade de fazermos esse teste, em caso positivo haverá necessidade de fazer tratamento da tuberculose antes de iniciar o imunossupressor.

Fonte: HealthLine

Sejam bem vindos!