Portal O Tempo faz matéria sobre Espondilite

alt=

Portal O Tempo faz matéria sobre Espondilite – O site/portal O Tempo faz matéria sobre Espondilite Anquilosante, menciona que doença reumáticas afeta qualquer idade.

Portal O Tempo faz matéria sobre Espondilite

alt="Portal O Tempo faz matéria sobre Espondilite"
Portal O Tempo faz matéria sobre Espondilite (foto reprodução O Tempo)

A maior parte das memórias de infância do engenheiro eletricista Antônio Narciso, 31, é acompanhada de algo não muito agradável: a lembrança das dores nos joelhos e no quadril – e as visitas constantes ao médico por conta delas. O incômodo era enorme, a ponto de ele não conseguir acompanhar as aulas na escolinha de futebol em que seu pai o inscreveu ou de ter que mentir ao viajar de férias com os primos, dizendo que estava com preguiça de brincar, para não incomodar sua tia com reclamações num momento de diversão.

“Quando eu tinha uns 10 anos e meus pais estavam se separando, um médico chegou a achar que eu estava fazendo birra por causa disso e os orientou a procurar até psicólogo e psiquiatra”, conta o engenheiro. Só aos 15 anos e após uma crise aguda de dor, que precisou de intervenção cirúrgica, e a recomendação para consultar um reumatologista, Antônio descobriu o que tinha: espondilite anquilosante.

  • Saiba mais sobre espondilite anquilosante aquiA espondilite é uma das mais de 200 doenças reumáticas, popularmente conhecidas como reumatismo, que afetam o aparelho locomotor – ossos, articulações (“juntas”), cartilagens, músculos, tendões e ligamentos. Algumas delas podem ainda comprometer outras partes e funções do corpo, como olhos, pulmões, rins, intestino, coração e mesmo a pele.Ao contrário do que pode dar a entender o senso comum, o reumatismo não acomete somente pessoas idosas e pode acontecer em todas as faixas etárias, como explica a diretora científica da Sociedade Mineira de Reumatologia, Ana Flávia Madureira. “Geralmente, inclusive, elas são mais graves em pessoas novas”, acrescenta.

    Não se sabe ao certo o que pode causar essas doenças, mas fatores genéticos, traumatismos, obesidade, sedentarismo, estresse, ansiedade, depressão e alterações climáticas podem estar entre os motivos. Todas elas, no entanto, têm tratamento e, descobertas no início e acompanhadas de maneira correta, não implicam em limitações para o indivíduo.

Atividade física é uma aliada para o tratamento

Desde que foi diagnosticado com espondilite anquilosante, o engenheiro eletricista Antônio Narciso, 31, tem os exercícios físicos como parte da sua rotina. “Hoje, meu tratamento consiste basicamente em alguns medicamentos e atividade física”, comenta ele, que faz musculação e joga futebol uma vez por semana, mas já teve momentos em que esteve ainda mais ativo, em que fazia esportes radicais como a escalada.

A atividade física é muito importante para quem tem quadro de doença reumática, como esclarece a diretora científica da Sociedade Mineira de Reumatologia, Ana Flávia Madureira. “O exercício pode até diminuir as doses de medicamentos e evitar internações. No caso da fibromialgia, inclusive, a atividade física é a mais importante forma de tratamento”, afirma.

  • Sinais de doenças reumáticas – Dificuldade para se movimentar ou rigidez nas articulações ao acordar.- Diminuição da flexibilidade na coluna ao calçar sapatos.

    – Limitação ao pentear os cabelos.

    – Dificuldade para escovar os dentes.

    – Dor, inchaço e calor nas articulações.

Fonte: O tempo

Comentários

Comentários

Sejam bem vindos!