Nutrição e espondilite anquilosante

Espondilite anquilosante (EA) é um tipo de artrite que mais frequentemente afeta a coluna vertebral e causa inflamação e crises de dor nas articulações da coluna vertebral. espondilite anquilosante não é considerada curável, mas a dieta pode ajudar a retardar o seu progresso e reduzir os sintomas é o que indica pesquisas.

Informações importantes sobre a causa da espondilite anquilosante

A Associação Americana de Espondilite Anquilosante (SAA sigla em Inglês), diz que a causa da espondilite anquilosante é desconhecida, mas parece ter uma ligação genética e é suspeito de ser o resultado de uma infecção bacteriana intestinal, seguida de inflamação que acomete as articulações sacroilíacas em indivíduos geneticamente predispostos. A Escola Canadense de Nutrição Natural (CSNN, sigla em Inglês) acrescenta que também é provável que o sistema imunológico esteja envolvido, uma vez que um forte sistema imunológico deve ser capaz de combater as bactérias e manter a inflamação isolada.

Eliminado sensibilidades alimentares

O CSNN diz que é importante identificar e eliminar sensibilidade e alergias alimentares. Muitas pessoas têm sensibilidades alimentares, sem saber, porque os sintomas podem aparecer após 24 horas de consumir um alimento alergênico. Comer alimentos que aumenta níveis gerais de inflamação em seu corpo e também pode resultar em aumento da inflamação na coluna vertebral. Eles devem trabalhar com um profissional médico para identificar alimentos a que seja sensível, ou, alternativamente, considera eliminar os alimentos alergênicos mais comuns. Estes são produtos lácteos, trigo, glúten, tomates, batatas, pimentas, berinjelas, carne vermelha, cafeína, açúcar, milho e ovos, de acordo CSNN. Depois de três semanas, acrescenta  um alimento de cada vez na sua dieta e controlar os seus sintomas. Se você notar um aumento nos sintomas após consumir qualquer destes alimentos, elimina de sua dieta por alguns meses, então você pode experimentar inserindo-o novamente. Se você não notar qualquer piora, você pode consumir esse alimento com segurança.

Leia também sobre dieta do amido               Espondilite anquilosante alimentação      Você é o que você come?

Comer uma dieta rica em esteróis vegetais

(Estudos revelam que o consumo de 1-3g de esteróis e estanóis vegetais por dia é capaz de reduzir o colesterol sanguíneo, contudo não foram conseguidas reduções adicionais com consumos superiores a 3g)

Esterois vegetais ajuda a reduzir o colesterol e no controle da inflamação

Esterois vegetais ajuda a reduzir o colesterol e no controle da inflamação

O CSNN sugere comer uma dieta rica em esteróis vegetais, uma substância que ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Estes alimentos incluem frutas frescas, ovos, nozes, sementes, legumes, vegetais, gorduras saudáveis e óleos como o azeite extra-virgem, soja, marisco e peixe fresco. O CSNN também recomenda o aumento na ingestão de fibra, porque neutraliza toxinas e remove-as com segurança de seu corpo.

Considere tomar probióticos

De acordo com CSNN, um suplemento com múltiplas espécies de probióticos podem ser benéficos; Você pode encontrá-los em lojas de alimentos saudáveis na indústria de alimentos refrigerados. A suplementação com probióticos introduz boas bactérias no seu intestino, o que ajudará a combater bactérias nocivas e fortalecer seu sistema imunológico. Alternativamente, você pode comer alimentos que contenham naturalmente probióticos, como kefir e iogurte.

Substâncias alimentares e dietas que você deve evitar

O SSA adverte que certas práticas alimentares podem piorar os sintomas da espondilite anquilosante e desencoraja o consumo de grandes quantidades de alfafa, sal de cobre ou zinco. Finalmente, é importante comer uma dieta completa se você sofrer com esta condição para dar o seu corpo a quantidade certa de nutrientes e, assim, fortalecer o sistema imunológico. Como tal, a SAA diz que é melhor evitar dietas de baixas calorias em proteínas, baixo teor de gordura.

Fonte:

Sejam bem vindos!