Nem tudo que dói é reumatismo

Nem tudo que dói é reumatismoMuitas vezes vejo pacientes que chegam à consulta convencidos que têm alguma doença de base reumatológica que justifique sua dor.

Nem tudo que dói é reumatismo 

Nem tudo que dói é reumatismo:  muitas vezes, após anamnese, exame físico e exames complementares (quando necessário) quando são descartadas causas reumatológicas para dor até ficam indignados, afinal, como podem ter dor e não ter “nada”?

Primeiramente, nem tudo que dói é reumatismo: uma noite mal dormida, horas de trabalho numa mesma posição, sobrepeso, sedentarismo, calçado errado, tensão e até um quadro viral, tudo isso pode causar um quadro de dor.

Outro fato muito importante é que reumatismo não é uma condição tão comum. Já pensou se todo mundo com dor tivesse reumatismo?

alt="Nem tudo que dói é reumatismo"
Foto reprodução: Reumato Ana

Considerando que as medicações mais modernas surgiram de 20 anos para cá, como estaria o mundo se todos com dor tivessem reumatismo?

E por último, na maioria das vezes a resolução da dor é mais fácil do que parece: pequenas mudanças de calçado, postura ou atividade física podem resolver o caso.⠀

Falado que nem tudo que dói é reumatismo…Um assunto delicado… Muitas vezes vejo pacientes com doença autoimune crônica que já estão em remissão – sem atividade da doença – mas que a qualquer dor ou sintoma “põe na conta da doença”. Por exemplo “Ai minha perna tá doendo, meu reumatismo tá atacado”.

Não gente, se a doença está em remissão (ou seja, dormindo) não tem nada “atacado” até porque se a doença agudizar, ou seja, ativar novamente, não é uma dor que vem e volta e em um local não específico que vai demonstrar isso.

Esses são conceitos que o paciente deve se libertar, até para não se tornar inseguro e refém da doença como já falei aqui. Como no caso anterior, sedentarismo, má postura, má qualidade do sono, sobrepeso, artrose secundária ou lesão da articulação, tudo pode gerar uma dor. Nem sempre será primária (ou seja, diretamente ligada a doença); ela pode ser secundária (causada por vários motivos que não a sua doença). Então não criem pânico, não queiram trocar sua medicação, nem achem que a doença reativou sem procurar seu reumatologista em consulta médica.

Fonte: Reumato Ana

Comentários

Comentários

Sejam bem vindos!