Insônia causada pela dor, você tem?

0
337
Insônia
Distúrbios do sono e doenças reumatológicas

Em um texto publicado pelo site www.thisaslife.com, faz referência há um termo que em português ainda não há uma tradução correta a “painsomina” tradução livre, insônia causada pela dor, por não ver nenhum texto em português nesse contexto fizemos tradução desse artigo, o que veremos a seguir.

Painsomnia – falta de sono devido à dor – é uma condição que, para muitos de nós com espondilite anquilosante  (EA) não precisa de tradução. Na verdade, a falta de sono é uma parte comum da vida de quem tem EA. Quase dois terços dos pacientes com EA relataram pertubação do sono em um estudo;  outro identifica uma relação significativa entre EA, má qualidade do sono e dor.  Pessoas com sono irregular dorme pior, por menos tempo sente os efeitos negativos da sua noite ruim no dia seguinte. A dor é um fator significativo na interferência na qualidade do sono: nesse estudo, os autores descrevem a relação entre dor e sono como uma metáfora  “a galinha e o ovo” – era difícil dizer qual fator foi responsável pela outra.

Dor

Este post oferece alguns conselhos que pode funcionar para pessoas com EA que querem seu sono de volta. Se você tem lutado contra o sono de má qualidade durante anos, este post não promete curas milagrosas. Não há nada pior do que não ter uma sólida noite com 8 horas de sono. Esse post, tenta trazer à tona alguns conselhos práticos.

Nem sempre drogas para dormir é a resposta

Painsomnia é horrível e mina sua vida: a dor de dia destrói seu sono durante a noite, em seguida, a falta de sono durante a noite destrói seus dias. É um círculo vicioso – um que esperamos romper com analgésicos ou comprimidos para dormir. O tema do controle da dor é um pouco além deste post e algo que você provavelmente já tenha muita experiência.

No que diz respeito a uma boa noite de sono, ir para a cama e utilizar medicamentos de ação prolongada pode te ajudar a ter uma noite de sono. Estas são duas maneiras de obter o máximo de controle da dor por tanto tempo quanto possível, antes de a dor começar a degradar seu sono ou, e o pior de tudo, você acorda.

Os médicos são muito relutantes em receitar medicamentos para dormir, como benzodiazepínicos (especialmente para condições de longo prazo, como a EA) porque os seus efeitos positivos se desgasta rapidamente. Na verdade, eles podem levá-nos a desenvolver uma tolerância em dias ou semanas e os efeitos colaterais da retirada pode ser grave. Pílulas para dormir também tendem a piorar seu estado, ao invés de oferecer o sono reparador que estávamos esperando. Eles também demoram um tempo para ser eliminado do corpo, fazendo com que as pessoas se sentem grogue por muito tempo no dia seguinte.

E esses medicamentos ainda podem ter uma interação medicamentosa com seus medicamentos de rotina.

Táticas pré-sono

Existem várias estratégias para melhorar seu sono que você pode utilizar antes de ir para a cama. Mesmo que os benefícios não são claros, a medicina alternativa são amplamente utilizados por pessoas com EA para ajudar a aliviar seus sintomas. Técnicas como acupuntura e reiki são frequentemente recomendada para controle da dor e (se nada mais) muitas vezes deixam as pessoas se sentir relaxado e de um modo melhor, o ajudaria a ter um bom sono.

Existem dezenas de mudanças ambientais que você pode fazer para ajudar a melhorar suas chances de sono, com luz e ruído (máscaras para os olhos/tampões de ouvido), temperatura (cobertor eléctrico/ar condicionado), posição (travesseiros ortopédicos/camas) e boa ventilação para dormir todos tendo uma parte potencialmente positiva a desempenhar. Evitar cafeína do fim da tarde em diante (ou completamente) é outra dica, como evitar consumo excessivo de álcool: ele vai ajudar você a adormecer, mas não promove um sono longo ou reparador.

Rotina, rotina, rotina

Sono saudável funciona em ciclos; falta de sono quebra este ciclo deixando-o fora de sincronia e dificulta o sono. Experimente disciplinar seu sono – adquira o hábito de ir para a cama na hora de dormir para não se deitar em demasia, evite sesta durante o dia ou ir para a cama muito cedo. Mantendo uma boa rotina de sono ajuda a treinar seus ciclos de sono de volta ao seu antigo ritmo.

Aplicativo de sesta

É comum que há um app para tudo e dormir não é exceção. Embora não existam aplicativos para painsomnia específicos, existem aplicativos para lidar com muitos aspectos do problema. Uma enorme gama de monitores de qualidade do sono estão disponíveis – aplicativos que monitoram seus ruído e movimento padrões para medir seus padrões de sono e problemas, em seguida, oferecer soluções. Outros mais complexos  (e caros) sistemas, oferece insights de sono semelhantes por monitoramento da frequência cardíaca.

Se a solução do problema é mais importante para você do que diagnosticá-lo, o número de aplicativos de sono ‘auto-ajuda’ é enorme. Os exercícios de respiração, meditação guiada ou tutoriais de vários matizes estão disponíveis. Tudo para tentar ajudá-lo a chegar a um acordo com a sua insônia, relaxar e se concentrar.

Para induzir o sono, existem aplicativos que executam sons da natureza, música relaxante, ou mesmo uma variedade de ruídos de chuva. Estes visam acalmar e induzir momentos mais calmos. Para os menos espiritualizados (ou mais céticos), faz uma lista de reprodução de música personalizada ou baixar podcasts pode ser outra forma de ajudar sua mente a desfocar da dor e insônia e focá-la em algum lugar mais positivo.

Leia também: Atividade física e sono ou ainda: Enxaqueca e distúrbios do sono 

Se isso não está ajudando outras opções

Combater a insônia é a arte de tentar conseguir dormir mesmo sem sono – quanto mais você força acabar com sua vigília, o mais desperto você vai acabar ficando. E a chave para  dormir está longe de ser fácil de conseguir. Embora as opiniões diferem, tentar dormir novamente pode ser mais produtivo do que simplesmente ficar na cama cada vez mais frustrados com a sua própria falta de sono.

Conseguir o apoio de outras pessoas pode ser uma boa idéia também – pode não ajudar diretamente a dormir, mas vai fazer você se sentir melhor, na calada da noite saber que existem outras pessoas lá fora que têm também uma noite perturbada pelas mesmas razões. Existem inúmeros fóruns, os usuários do Twitter, facebook e outras mídias sociais disponíveis (mas não na cama, senão piora). É uma ótima maneira entrar em contato com pessoas que têm o mesmo problema para obter apoio moral, conselhos e companhia.

Existem muitos fatores complexos, inter-relacionados que têm um efeito negativo sobre o seu sono: a dor é apenas um deles. Depressão e ansiedade fazer a sua parte também. Combate a estes, juntamente com a sua dor e os sintomas, pode ser um fator positivo no  controle de sua painsomnia.

Boa sorte e, acima de tudo, boa noite!

Produzido pela equipe editorial para ThisASLife.com

Sejam bem vindos!