Efeitos de programas de exercícios na dor

alt=

Efeitos de programas de exercícios na dor – Atividade e função da doença na espondilite anquilosante: uma metanálise de ensaios clínicos randomizado. 

Efeitos de programas de exercícios na dor

Efeitos de programas de exercícios na dor: o objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos de atividade física, exercícios sobre a dor, função e atividade da doença em pacientes com espondilite anquilosante (EA).

Pesquisamos os bancos de dados de pesquisas Pubmed, Embase, CNKI e Wanfang desde o início de fevereiro de 2020. Ensaios clínicos randomizados comparando exercícios como intervenções e grupos que não fizeram exercício físico em pacientes com espondilite anquilosante. Foram incluídos estudos que avaliaram o escore de dor na escala analógica visual (EVA), o Índice de Atividade da Espondilite Anquilosante BASDAI, o Índice Funcional da Espondilite Anquilosante BASFI, a proteína C reativa (PCR) e a taxa de sedimentação de eritrócitos (VHS). Os resultados da intervenção do exercício em casa também foram relatados de forma independente.

Resultados

Dez estudos preencheram os critérios de inclusão ao todo, incluindo 534 pacientes (278 exercícios, 256 controles). Comparado com o grupo sem exercícios, o grupo exercício apresentou melhorias estatisticamente significativas na dor.

Além disso, os programas de exercícios em casa tiveram impactos positivos no BASFI, BASDAI e dor.alt="Efeitos de programas de exercícios na dor"

Conclusões

Para pacientes com EA, os programas de exercícios melhoram a dor, a função e a atividade da doença. Para confirmar os resultados, são necessários ensaios clínicos randomizados mais bem projetados, com grande número de pacientes.

Fonte: On-line library 

Comentários

Comentários

Sejam bem vindos!