Abbott apresenta resultados de 5 anos de tratamento com adalimumabe

0
1156
alt=

Abbott apresenta resultados de 5 anos de tratamento com adalimumabe. Espondilite anquilosante é uma doença autoimune que afeta as grandes articulações, como quadril. Geralmente, se desenvolve entre 17 e 35 anos e é mais frequente em homens do que mulheres (ao contrário da maioria das doenças autoimunes). A doença atinge cerca de 1 por cento da população mundial. Resultados do estudo chamado de ATLAS demonstram o impacto positivo de HUMIRA nos Sinais e sintomas da doença em pacientes com Espondilite Anquilosante.

Abbott apresenta resultados de 5 anos de tratamento com adalimumabe

Abbott Park, Illinois — Resultados de cinco anos de estudo apresentado pela Abbott, durante o ACR (congresso da Associação Americana de Reumatologia, que aconteceu na primeira quinzena de novembro em Chicago, EUA) indicam que o tratamento com HUMIRA® (adalimumabe) melhora a mobilidade espinhal e a qualidade de vida de pacientes com espondilite anquilosante ativa. A melhora na atividade da doença foi medida por cinco anos, segundo os critérios do Índice de Atividade da Doença Espondilite Anquilosante (“BASDAI”), cuja pontuação foi de 6.0 (+/-2.0) e 1.8 (+/-1.9), respectivamente para a medição realizada no início e depois no quinto ano de estudo. O índice BASDAI é uma composição de medidas da atividade da doença que avaliam a intensidade do cansaço, a dor nas juntas periféricas e da espinha, inchaço localizado e rigidez matinal, com pontuação numa escala de 0 a 10. Quanto maior a pontuação, maior a severidade/atividade da doença.

O ATLAS (Adalimumab Trial Evaluating Long-Term Safety and Efficacy for Ankylosing Spondylitis) é um dos primeiros estudos sobre o inibidor do fator de necrose tumoral (TNF) a avaliar por cinco anos a eficácia e segurança do tratamento de espondilite anquilosante.

A espondilite anquilosante é uma doença autoimune que atinge mais de 1 por cento da população no mundo. A doença afeta as grandes juntas periféricas, como do quadril, e da espinha, e pode ser associada a outras doenças inflamatórias da pele, olhos e intestinos. Geralmente, os sintomas iniciais são sutis e incluem dor e rigidez na região lombar inferior e nádega. Nos casos mais avançados, a espondilite anquilosante pode levar a uma nova formação óssea na espinha, que pode causar uma fusão numa determinada posição fixa. É cerca de três vezes mais frequente em homens do que mulheres.

“A espondilite anquilosante é uma doença que pode ser debilitante e que pode ficar sem diagnóstico correto por mais de dez anos. Por isso, é muito importante que as pessoas com alguns dos seus sintomas procurem um reumatologista para o início o quanto antes do tratamento adequado”, afirmou o médico Philip Mease, chefe da divisão de pesquisa clínica em reumatologia do Hospital Sueco, de Seattle, EUA.

Leia o PCDT-EA (protocolo de tratamento) 

No estudo ATLAS, os pacientes com espondilite anquilosante foram divididos de forma randomizada em dois grupos – por 24 semanas, um grupo recebeu, a cada duas semanas, 40 g de HUMIRA e o outro, placebo. O prazo inicial de 24 semanas do estudo foi ampliado para 5 anos, período em que os pacientes puderam passar para a dose semanal. Dos 125 pacientes que completaram o estudo de cinco anos de tratamento com HUMIRA, 30 (24 por cento) receberam dose semanal. A dose recomendada de HUMIRA para o tratamento de Espondilite Anquilosante é de 40 mg a cada duas semanas, aplicada por injeção subcutânea.

images283029“A segurança e eficácia de HUMIRA tem sido avaliada em seis doenças autoimunes e seu uso em artrite reumatoide tem sido analisado em vários estudos ao longo dos últimos 14 anos”, afirmou o médico John Leonard, vice-presidente sênior de Pesquisa e Desenvolvimento Global da Abbott. “HUMIRA é aprovado para o tratamento de pessoas com espondilite anquilosante desde 2006 e com o estudo ATLAS, HUMIRA é um dos primeiros inibidores de TNF a apresenta cinco anos de dados sobre eficácia em espondilite anquilosante”.

O ATLAS é um estudo multicêntrico de Fase 3, que inclui um total de 315 pacientes com Espondilite Anquilosante ativa, divididos de forma randomizada em dois grupos (208 receberam HUMIRA/107 receberam placebo); dos 315, 311 receberam pelo menos uma dose de HUMIRA. Os resultados mostraram que HUMIRA foi eficaz na redução dos sinais e sintomas da Espondilite Anquilosante ativa, segundo os critérios de Resposta ASAS 20 (um índice que combina vários critérios de medição da atividade geral da doença), incluindo a atividade geral da doença, grau de dor nas costas, inflamação e aspectos funcionais. [www.spondylitis.org ].

HUMIRA (adalimumabe) é um medicamento sob prescrição, usado para redução dos sinais e sintomas de espondilite anquilosante em adultos e outras doenças autoimunes, incluindo artrite reumatoide, artrite psoriásica, psoríase, artrite reumatoide juvenil [incluir todas as indicações aprovadas no Brasil]

Perfil-A Abbott é uma empresa global, da área da saúde, dedicada à descoberta, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e médicos, incluindo nutricionais, dispositivos médicos e diagnósticos. A empresa emprega aproximadamente 90.000 pessoas e comercializa seus produtos em mais de 130 países.

Sejam bem vindos!