Ter um bichinho pode aliviar sua dor

0
360

Animais fazem as pessoas se sentir bem. Mas estamos falando de algo maior de sentir-se feliz por eles estarem por perto. Seu animal favorito pode torná-lo saudável, menos estressado e ajudá-lo a permanecer assim. Você pode se surpreender de quantas maneiras um animal de estimação pode melhorar sua saúde.

Animais de estimação são potenciadores do bom humor naturalmente 

Leva apenas alguns minutos com um cão ou gato ou assistir os peixes nadarem para se sentir menos ansioso e menos estressado. Seu corpo realmente passa por mudanças físicas e esse tempo fará diferença no seu humor. O nível de cortisol, um hormônio associado ao estresse, é reduzido. E a produção de serotonina, um produto químico associado ao bem-estar, é aumentado.

Mantém  a pressão arterial estabilizada

Ter um animal de estimação pode ajudar a gerir a sua pressão arterial. Em um estudo com 240 casais, mostrou que tinham menor pressão arterial e batimentos cardíacos mais baixos durante o repouso do que as pessoas que não possuem um animal de estimação. Isso foi demonstrado em repouso ou submetidos a testes de estresse. Outro estudo mostrou que crianças com hipertensão baixou sua pressão arterial, enquanto acariciando seu cão.

Ajuda na diminuição  do colesterol

Para controlar o colesterol, os médicos recomenda que você siga as orientações nutricionais, exercício e medicação. Mas possuir um animal de estimação tem o potencial de facilitar a evitar os perigos do colesterol. Os pesquisadores observaram níveis mais baixos de colesterol e triglicérides em pessoas que possuem animais de estimação em comparação com pessoas que não os tem. No entanto, isso pode ser atribuído a fatores de estilo de vida de donos de animais.

Cão
Brincar com seu Pet ajuda a fazer atividade física menos cansativa

Gatos e Cães fazem bem ao coração

A pesquisa mostrou os benefícios a longo prazo que possuir um gato ajuda na proteção do seu coração. Ao longo dos 20 anos de um estudo, pessoas que nunca possuiu um gato tiveram 40% mais probabilidade de morrer de um ataque cardíaco do que aqueles que os tinham. Outro estudo mostrou que os donos de cães teve uma melhorà significativa na taxa de sobrevivência um ano após um ataque cardíaco. No geral, os donos têm um risco menor de morrer de qualquer doença cardíaca, incluindo insuficiência cardíaca.

Cão e gatoUm animal para combater a depressão

Terapeutas têm reconhecido que a prescrição de um animal de estimação como uma maneira de lidar melhor com a depressão ou para se recuperar da depressão tem excelente resultado. Ninguém te ama mais incondicionalmente do que o seu animal de estimação. E um animal de estimação vai ouvir você falar durante o tempo que você quer falar sem reclamar. Acariciar um gato ou cão tem um efeito calmante. E cuidar de um animal de estimação – andando com ele, brincar com ele –  ajuda você a se sentir melhor sobre a forma como você utiliza seu tempo.

Melhora a Aptidão Física

Pessoas que possuem cães tendem a ser mais ativos fisicamente e menos obesos do que pessoas que não os tem. Levar o seu cachorro para uma caminhada diária de 30 minutos  irá mantê-lo em movimento e garantir que você atenda aos requisitos mínimos de atividade física saudável. Duas caminhadas de 15 minutos, uma de manhã e uma à noite, irá ter o mesmo efeito. Ou apenas brincar com seu animal no quintal irá ajudar a sair da inércia.

Caminhe com seu cãozinho e fique em forma
Caminhe com seu cãozinho e fique em forma

Faça o seu animal de estimação um parceiro do exercício

Se você se exercita com seu animal de estimação, você vai se beneficiar. Acender uma lanterna na parede ou balançar uma corda, enquanto você faz uma rotina de aeróbica. Seu gato vai começar seu treino perseguindo a luz, e você vai ser se entreter.

Menor índice de AVC/AVE entre donos de gatos 

Os pesquisadores não sabem ao certo porque, mas os donos de gatos têm menos derrames do que as pessoas que não possuem gatos. É em parte devido aos efeitos que possuem um animal de estimação pode ter sobre a circulação de uma pessoa. Mas os pesquisadores especulam que os gatos podem ter um efeito mais calmante sobre seus donos do que outros animais. E também pode ter algo a ver com a personalidade de um proprietário do gato. Gatos muitas vezes se tornam o foco de interesse do seu proprietário, que os desvia de outras preocupações estressantes.

GatoMais interação, Menos Isolamento

Uma das chaves para uma mente saudável é ficar envolvido com os outros “seres”. E donos de animais têm uma tendência a querer falar com outros donos de animais. “Um cão é uma conversa esperando para acontecer”. As pessoas, especialmente outras pessoas com cães, vai parar e conversar com você quando o vêem andar com seu animal de estimação. Visitar um parque com o cão permite socializar com outros proprietários, enquanto o seu cão socializa com seus cães.

Menos alergias, mais imunidade

Os pesquisadores descobriram que, quando as crianças crescem em uma casa com um cão ou gato eles são menos propensos a desenvolver alergias. O mesmo é verdadeiro para as crianças que vivem em uma fazenda com animais de grande porte. Além disso, as crianças com animais de estimação têm níveis mais elevados de determinados produtos químicos do sistema imunológico e, portanto, têm um sistema imunológico mais forte. Isso ajudará a mantê-los saudáveis à medida que envelhecem.

Gatos e Prevenção da Asma

Não parece fazer sentido. Gatos causar alergias ser um dos gatilhos mais comuns da asma. Mas os pesquisadores estudaram os efeitos de ter gatos nos lares de crianças em situação de risco para a asma. O que eles descobriram foi que as crianças foram significativamente menos propensas a desenvolver asma à medida que envelhecem. Há uma exceção. As crianças cujas mães têm alergia a gato são três vezes mais propensos a desenvolver asma após a exposição precoce a gatos.

Alarme

Para as pessoas com diabetes, uma queda súbita no nível de glicose no sangue podem ser muito perigoso. Alguns cães podem alertar seu proprietário a uma queda perigosa antes que realmente aconteça. Eles podem responder a mudanças químicas no corpo que pode liberar um aroma. O alarme dá tempo do proprietário comer um lanche para evitar a emergência. Cerca de um em cada três cães que vivem com pessoas com diabetes têm esta capacidade. O cão e dono podem ser treinados para reconhecer esse alarme.

Trabalhando com um conselheiro

Alguns terapeutas de saúde mental usam um cão em terapias. Um cão no escritório pode ajudar alguém a se sentir mais confortável. Mas isso não é tudo. Uma observação sobre um cão pode mostrar o que acontece com os que estão a sua volta. Um terapeuta atendendo um casal em seu escritório que começaram a discutir. O cão, que normalmente só dormiu durante a sessão, levantou-se e queria sair. Ele usou isso para ajudar o casal a ver como sua briga afeta outros, especialmente seus filhos.

Superando as limitações do TDAH(transtorno de defcit de atenção e hiperatividade)

Crianças com TDAH podem se beneficiar de trabalhar com um ou manter um animal de estimação. Cuidar de um bicho ajuda a criança a aprender a planejar e ser responsável. Animais de estimação precisam de brincar com e é uma ótima maneira de liberar o excesso de energia. Isso significa uma  maior facilidade em adormecer à noite. E o vínculo entre um animal de estimação e uma criança é o amor incondicional, animais de estimação ajudar as crianças com TDAH aprender sobre auto-estima.

Autismo

problemas sensoriais são comuns entre crianças com autismo Transtorno Sensorial. atividades de integração sensorial são projetadas para ajudá-los a se acostumar com a forma como algo pode ser sentido por sua pele. Ou pode ser como eles reagem a certos cheiros ou sons. Cães e cavalos foram ambos  por vezes utilizado nestas atividades. As crianças geralmente se acalmam ao trabalhar com animais. E os animais facilmente prende a atenção das crianças com síndrome de Aspenger.

Quer ossos mais fortes? Passeie com o cão

Ossos fortes são a melhor defesa contra a osteoporose e fraturas dolorosas. Passear o seu cão ajuda. É um exercício que fortalece os ossos e os músculos ao torno deles. Também permite que você passe o tempo no sol, que ativa a vitamina D. Se você tem osteoporose, certifique-se de proteger contra quedas. Use uma trela curta que não irá se emaranhar. E não andem com um cão que gosta de saltar sobre você e faz você perder o seu equilíbrio.

Alongamento com o gato

Se você tem alguma artrite, você sabe que é importante se alongar. Você também sabe que pode ser difícil saber quando você está alongando o suficiente. Os donos de gato pode aprender com seu gato. Assistir quantas vezes eles se alongam a cada dia, e quando ele o fazer, faça você também. Se você puder, vá ao cha  e faça os mesmos movimentos. Se você não pode ficar no chão, sentar em uma cadeira e acompanhe alongando os membros superiores.

Nunca deixe de alongar
Alongue-se

Gerenciando as artrites Juntos

Se seu cão tem artrite, você pode gerir a sua junto com a dele. Quando você marcar uma consulta no veterinário, também o faça no seu médico. O exercício regular é importante para ambos, então ande a pé com o seu cão. Mantenha o seu medicamento proximos para se lembrar do horário de ambos, dessa forma, você vai vê-lo quando chegar a sua hora de tomar o seu. E se você puder, coordene a tomar seus medicamentos, ao mesmo tempo que os dele.

Andar a cavalo 

Alguns programas de reabilitação para pacientes com AVC usam cavalos para ajudar na recuperação. Muitas vezes, as pessoas que tiveram acidentes vasculares cerebrais começam a andar com alguém caminhando ao lado deles levando o cavalo. Andar a cavalo promove alongamento, que é especialmente bom se um lado está mais fraco. Ele também ajuda a pessoa a recuperar o equilíbrio e construir a força do core (região central do corpo).

Cavalgando Alívio da Espondilite 

Pessoas com espondilite anquilosante pode se beneficiar de movimentos como andar e jogando um Frisbee com seu animal de estimação. E os animais de estimação dá-lhe uma distração que pode ajudar a levar os seus pensamentos além de sua própria condição. Mas talvez a melhor ajuda vem daqueles cães ou gatos que parecem ser super sensível as pessoas que não estão se sentindo bem. Às vezes, apenas sua presença pode fazer você se sentir melhor.

Calmante e calor para a dor crônica

Um cão calvo mexicano chamado de Xolo é conhecido por gerar calor corporal intenso. Uma organização chamada Pet for Comfort treina Xolos para ser cães de serviço para as pessoas com fibromialgia e outras formas de dor crônica que respondem bem ao calor. Pessoas obtém alívio apenas por colocar seus membros doloridos contra o corpo do cão ou deitados ao lado dele.

Ficar Independente

Cães especialmente treinados podem realizar tarefas que permitem que as pessoas com doença de Parkinson manter a sua independência. Eles podem pegar itens descartados ou buscar algo solicitado. Eles podem fornecer suporte equilíbrio, abrir e fechar portas e acender a luz com as patas. Eles também podem sentir quando alguém com Parkinson está “paralisado” e tocar o pé para fazer a pessoa continuar caminhando. Grupos como Pet Partners pode ajudá-lo a encontrar um cão de serviço.

Melhor Qualidade de Vida

Visitas de cães de terapia ajuda os pacientes a recuperar de doenças devastadoras, como um acidente vascular cerebral. Alguns cães são treinados para entender uma série de comandos que lhes permite ajudar as pessoas com limitações.

“Cãomante” Calmante

As pessoas com AIDS são menos propensos a se deprimir se possuir um animal de estimação, especialmente se eles estão fortemente ligados. E com um animal em casa, as pessoas com doença de Alzheimer têm menos explosões de anciedade. O animal também ajuda os cuidadores se sentirem menos sobrecarregado. Os gatos parecem ser particularmente útil uma vez que exigem menos cuidados do que os cães.

Terapias Assistidas animal

Alguns estudos estão sendo feitos no sentido de levar os animais treinados especialmente em ambientes clínicos, o que está acontecendo cada vez mais hospitais e lares de idosos. Uma das maiores vantagens de deixar pacientes interagir com animais em tais lugares parece ter melhorado o humor e reduzido a ansiedade.

Auxiliar de serviços gerais 

Cães podem ser treinados para buscar objetos distantes como: chinelos, roupas, chaves etc., além de abrir portas, pegar objetos caídos no chão na impossibilidade de agachar-se. Nos momentos de dor e rigidez muscular causados pela espondilite anquilosante um cão treinado pode ser uma excelente companhia e ajudar nas tarefas “impossíveis” para esse momento além da interação .

 Adaptação: de WebMD

Sejam bem vindos!