Sistema de saúde Canadense

0
80

Sistema de saúde Canadense

Algumas províncias canadenses oferecem cobertura de saúde para estudantes e/ou trabalhadores estrangeiros. Cada província canadense tem suas regras e exigências próprias.

Médicos e enfermeiras são autônomos, não são funcionários do governo

O Canadá tem um sistema de saúde público, mas a maior parte dos médicos não trabalha para o governo. Os pacientes são livres para escolher os médicos que desejarem e eles têm direito ao serviços de saúde essenciais, custeados pelo próprio governo. Médicos são profissionais autônomos, o que significa que eles podem escolher suas horas e locais de trabalho. Mas eles também são responsáveis por pagar seus funcionários, consultórios e quais outras despesas. Os médicos têm seus honorários pagos pelo governo provincial para o qual prestam serviços. O serviços de saúde canadense é comumente conhecido como medicina “socializada”. Ele funciona basicamente com base no trabalho de funcionários que prestam serviços para serviços públicos.

Veja também; Sistema de saúde português, inglês, espanhol, americano, italiano e espanhol 

O Sistema de saúde Canadense possui 15 sistemas de saúde diferentes

As pessoas se referem ao “Sistema de Saúde Canadense”. De fato, não existe apenas um serviço, mas sim um para cada província ou território. O Canada Health Act dita os serviços de saúde básicos devem ser universais e acessiveis por meio de médicos e centros médicos hospitalares através do país. Entretanto, os detalhes de como cada sistema deve operar, incluindo cobertura e funcionamento, são determinados por cada província. Além disso, o Governo Federal tem a responsabilidade de prestar serviços de saúde a aborígenes e veteranos de guerra. Ou seja, não é apenas um sistema de saúde, mas 15. Isso quer dizer que as províncias podem escolher como seu sistema de saúde funciona com base nas necessidades particulares de seus residentes; o grande quebra-cabeça é fazer com que esses 15 conversem entre si.

Os serviços não são iguais em todo o país

Como cada província tem a liberdade de implementar o sistema de saúde da sua maneira. Daí surge a grande dúvida: o que são “serviços essenciais” e quem e onde esses serviços devem ser providos? Por exemplo: você sabia que québec possui o único sistema de saúde que cobre tratamentos de fertilização? Ou ainda que nem todas as províncias paga por serviços de parteiras licenciadas? E mais: que nem todas as províncias consideram autismo uma doença com direito a tratamento? E que somente algumas províncias cobrem custos com aborto? Além disso, é importante saber que o Canada Health Act não cobre medicamentos, atendimento domiciliar ou cuidados a longo termo. Com isso, cada província deve achar uma maneira de lidar com a situação.

Médicos são proibidos de cobrar pacientes

Canadenses não podem ser cobrados por serviços cobertos pelo sistema de saúde. Contudo, alguns médicos encontram formas de driblar essa normal com as chamadas “taxas anuais” parte de pacotes de serviços médicos que podem ser oferecidos. Essas taxas são absolutamente opcionais e somente poderiam ser cobradas por serviços não-essenciais. Em algumas províncias, os médicos cobram uma pequena taxa de pacientes que faltam consultas agendadas, por notas e memorandos feitos pelos médicos ou por receitas para compra de medicamentos.

O sistema de saúde Canadense não possui um único “pagador”

O sistema pode receber fundos do governo e da iniciativa privada. O sistema público tem um extensa lista de médicos credenciados e centros médicos e hospitalares prontos a atender a população, todos entre os melhores do mundo. Porém, o canadense é obrigado a pagar do próprio bolso por serviços de oftalmologia e dentário, sem falar que mais de 60% dos medicamentos são pagos por seguros de saúde privados (geralmente oferecidos como forma de benefício a funcionários). O Canadá é o único país do mundo com um sistema de saúde que não inclui medicamentos. Em termos de números, isso quer dizer que o canadense paga por 30% do seu sistema de saúde diretamente ou através de seguros privados.

Portanto, o recomendável é já sair do Brasil com seguro de saúde privado. Ao chegar no Canadá, verifique quando e em quais condições você poderá pedir o seguro público de saúde na província em que você se encontra.

Texto original publicado no Huffington Post.

Veja abaixo os links para com informações de saúde sobre assistência médica nas províncias:

Alberta
British Columbia
Manitoba
Newfoundland / Labrador
New Brunswick
Nova Scotia
Ontario
Prince Edward Island
Quebec
Saskatchewan

Sejam bem vindos!