Quem pode ter Espondilite Anquilosante (EA)?

0
328
alt=
Quem pode ter Espondilite Anquilosante (EA)? – Essa questão será abordada nessa matéria, qual a prevalência de acordo com sexo e idade e quem pode ter Espondilite Anquilosante

Quem pode ter Espondilite Anquilosante (EA)?

“EA” manifesta-se mais freqüentemente no sexo masculino, (porém também acomete o sexo feminino) sendo 4 a 5 vezes mais frequentes nos homens que nas mulheres. Normalmente, os pacientes desenvolvem os primeiros sintomas no final da adolescência ou no início da idade adulta (17 aos 35 anos de idade). Filhos de pais com “EA” também tem maior chance de apresentar a doença no futuro.

O que causa e quem pode ter Espondilite Anquilosante?

A causa é desconhecida. Os especialistas sabem que a doença é cerca de 300 vezes mais frequente em pessoas que herdam um determinado grupo sanguíneo dos glóbulos brancos, quando comparadas com aquelas que não possuem esse marcador genético, denominado HLA-B27. Cerca de 90% dos pacientes brancos com espondilite anquilosante são HLA-B27 positivos. A teoria mais aceita é a de que a doença possa ser desencadeada por uma infecção intestinal (saiba o que é microbiota Intestinal e a relação com a espondilite) naquelas pessoas geneticamente predispostas a desenvolvê-las, ou seja, portadoras do HLA-B27. A espondilite anquilosante não é transmitida por contágio ou por transfusão sanguínea.

Qual a prevalência e quem pode ter Espondilite Anquilosante?

A espondilite anquilosante tende a ocorrer em famílias, afeta três vezes mais os homens do que as mulheres e surge normalmente entre os 20 e 40 anos. Cerca de 20% dos indivíduos com HLA-B27 terão espondilite anquilosante, embora a maioria nunca será diagnosticada como tendo a doença, pois ela se apresentará de forma branda. Como o HLA-B27 está presente em 7% a 10% da população, pouco mais de um em cem indivíduos apresentará a doença.

Quais são os riscos de filhos de pacientes com espondilite anquilosante também apresentarem a doença?

Quem pode ter Espondilite Anquilosante – Os riscos de os filhos de pacientes com espondilite anquilosante apresentarem a doença são muito reduzidos, não mais de 15%, comparados às chances de 85% de gerar crianças saudáveis sem a doença ou mesmo não a desenvolverá. Mesmo entre os 15% que sofram da doença, provavelmente apenas um apresentará uma condição severa o suficiente para interferir em sua vida normal. Pais com Espondilite Anquilosante às vezes perguntam se seus filhos devem fazer exames para verificar se possuem o HLA-B27. No momento, a resposta é que isso não deve ser feito, pois não há como saber qual criança com esse grupo sanguíneo apresentará a doença. Se algum dia for possível prevenir a doença, então será importante descobrir quais crianças possuem o grupo HLA-B27, para que possam ser protegidas.

Se você tem dores nas costas persistentes por mais de três meses, melhora com atividade e piora com repouso, tem rigidez ao acordar faça o teste da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) e saiba mais sobre sua dor, é on-line e rapidinho.

Faça seu teste no link: SBR

Sejam bem vindos!