Na dor devemos decidir sofrer ou nos transformar (ou ambos)

alt=

Na dor devemos decidir sofrer ou nos transformar – Em todas nossas crises e dores devemos ter em consciência que este momento é determinante haverá, um antes e um depois, cada crise nos transforma e é você quem decidirá se irá apenas sofrer e lamentar ou resurgirá mais forte que antes.

Na dor devemos decidir sofrer ou nos transformar

Podemos imaginar a seguinte analogia ou somos luz ou reflexo, o reflexo é automático, é como a lei da ação e reação, cada ação terá uma reação em sentido oposto da mesma intensidade e magnitude, a assim refletimos aquilo que nos aflige, e iremos assim na força da correnteza ou para onde o vento soprar, focaliza apenas a tragédia, a dor, seremos dependentes dos acontecimentos, culpando o mundo ao redor, seremos dependentes do acaso, inseguros e com medo do amanhã.

“A dor é inevitável O sofrimento é opcional” (Carlos Drummond de Andrade)

Set luz é estar no comando de nossas vidas. Não se deixam abalar pelo que acontece fora. Ajuste as velas do barco das suas emoções pra chegarem ao destino em que queremos. Somos pessoas equilibradas, que não sentimos vítimas da vida, compreendemos que a chave para a felicidade está na maneira com que vemos as coisas. Por isso somos felizes, porque tomamos as rédeas das situações em nossas mãos e não nos deixamos ser levados exclusivamente por nossas dores e emoções momentâneas  (mesmo que esse momento pareça ser eternas).

É comum sermos mais reflexos do que luz. Nunca fomos ensinados a cuidar do nosso mundo emocional e físico. Sempre construímos nossa vida de fora para dentro e não de dentro para fora, como devia ser. Deste modo sempre fomos instáveis, inseguros e incompletos. Na dependência do que aconteça fora passamos a acreditar que felicidade é utopia. O que jamais havíamos percebido é que a maior mudança que podemos fazer no mundo é a mudança do nosso mundo interior. Nada está mais perto de você do que você mesmo. Quando quiser mudar alguma coisa e fazer a diferença, comece por você.

“Na hora da dor é sempre você quem vai escolher se ela vai te ferir ou te transformar.”

Porque a dor dói, mas ela só nos machuca de verdade quando a gente deixa que ela more dentro de nós. Uma dor não sobrevive sem alimento, e nós alimentamos a dor quando damos atenção a ela, quando recontamos mil vezes a mesma história, quando esquecemos da nossa responsabilidade dela estar aí, quando usamos dela pra nos fazer de vítima, quando preferimos chorar mais do que agir, quando escolhemos lembrar da ilusão não realizada do que seguir em frente.

Porém a dor é sempre um sinal de alerta. Ela sempre vem como uma mensageira para nos avisar que algo não está bem, que algo precisa ser mudado, que existem coisas que já não tem mais validade na nossa vida. Quando ignoramos essa mensagem a dor intensifica, se tornando um estímulo mais forte, até que seja ouvido.

Fonte adaptação: O Segredo

Leia mais aqui…

[su_slider source=”category: 38″ link=”post” height=”600″]

Comentários

Comentários

Sejam bem vindos!