Guia sexual para o paciente reumático

0
243

Doenças crônicas reumatológicas podem afetar muitos diferentes, aspectos da sua vida, e o sexo é não é exceção. Nesta matéria da Artrites Research mostra como pode afetar sua vida sexual e sua intimidade sugerimos aqui formas de superar as dificuldades mais comuns. Guia sexual para o paciente reumático

Guia sexual para o paciente reumático. Qualquer condição de longo prazo, a artrite pode afetar muitos diferentes aspectos de sua vida incluindo seus relacionamentos, e sua vida sexual. Pode causar desconforto físico que faz o ato menos prazeroso, e pode também perturbar o equilíbrio de um relacionamento e de outras atividades compartilhadas.

O que devo fazer se o sexo torna difícil para mim?

Se a dor nas articulações estiver fazendo o sexo se tornar desconfortável:
• Experimente diferentes posições ou outras formas de estimulação sexual.
•  Use analgésicos antes do sexo.
• Peça ao seu parceiro(a) para fazer uma massagem ou sugira  um banho a dois.
• Aproveite ao máximo os dias em que suas articulações estão menos dolorosas.

Se a fadiga está afetando o desejo sexual ou prazer de outras atividades compartilhadas:
• Planeje o seu dia para que ele contenha períodos de atividade e descanso para melhorar seu nível de energia.
•  Tente envolver o seu parceiro(a) em seu planejamento.
• Pensar em como dividir as tarefas domésticas entre você e seu parceiro(a) -Vocês poderia trocar as atividades de acordo com suas possibilidades para equilibrar a carga?
• Pense em novas atividades para substituir aquelas que estão tornando-se difíceis.

Se houver perda da autoconfiança em sua vida sexual:
• explique ao seu parceiro o que sente, sobre suas articulações inchadas, ou outros sinais de artrite – o seu parceiro(a) pode não estar ciente de como você se sente.

A artrite irá mudar nossa relação?

A maioria dos casais com ou sem artrite – passa por fases em seu relacionamento e na sua vida sexual pode ou ser mais ou menos emocionante, satisfatório do que era. Embora possa haver razões físicas para isso, outros fatores muitas vezes desempenham um papel. Problemas emocionais, trabalho ou dinheiro podem afetar o equilíbrio de um relacionamento. Como qualquer outro problema de saúde, artrites podem apresentar uma série de desafios em um relacionamento:
• A dor e a fadiga podem reduzir o prazer não apenas no sexo, mas em outras atividades e interesses que você compartilha com seu parceiro(a).
• Ter artrite pode significar que você nem sempre consegue administrar a casa tarefas que você costuma fazer, ou a ajuda do seu parceiro(a) com elas.
• Se sua artrite afeta seu trabalho, pode levar a preocupações financeiras.
• Ter artrite pode afetar o seu humor e até mesmo sua auto-estima, e seu parceiro(a) se preocupará como essa condição está afetando você.

Embora seu relacionamento possa mudar devido à artrite, a alteração não têm que ser negativas. Muitos casais se tornam mais próximos discutindo abertamente, a relação pode se tornar mais forte como resultado. O importante é falar abertamente e honestamente sobre a mudança, a situação e quaisquer desafios para que você possa chegar a uma melhor solução para ambos os parceiros. Por exemplo, a maioria das pessoas com artrite prefere manter independência ao máximo possível, um parceiro(a) assumindo o papel de cuidador com a necessidade de encontrar o equilíbrio fornecendo ajuda e suporte sem ser superprotetor. Pode ser difícil um parceiro cuidadoso aceitar que sua ajuda nem sempre é desejada. Alguns casais podem achar difícil no início discutir abertamente, então você precisa criar um ambiente confortável e descontraído.

Pode ser um grande alívio para ambos os parceiros em um relacionamento.

E se eu não estiver em um relacionamento?

Algumas pessoas com artrite perdem a auto-confiança e a preocupação em formar novas amizades e relacionamentos, especialmente se eles têm uma doença reumática ou sinais visíveis da condição.

Mas a maioria dos relacionamentos se desenvolve gradualmente e dependem de interesses compartilhados mais do que considerações físicas. Mantenha seus contatos sociais tanto quanto possível e faça novas atividades para tentar, manter um contato social.

O que devo fazer para que meu parceiro(a) saiba?

Às vezes é difícil falar sobre assuntos sexuais com seu parceiro, mesmo quando você está junto por um tempo. As artrites podem afetar o apetite de um parceiro para o gozo do sexo, e isso pode ter um impacto na relação. A melhor coisa é estar aberto, que seu parceiro(a) saiba sobre a sua condição e seus efeitos.

Posso ter relações sexuais mesmo com artrites?

Qualquer pessoa com artrite sabe que uma articulação afetada pode ser dolorosa. Sexo pode ser fisicamente exigente e pode
Causar desconforto, especialmente quando os quadris ou costas são afetados. No entanto, sexo não vai tornar a sua convivência com sua condição pior.

Se o sexo é uma parte regular do seu relacionamento então você deve tentar manter dessa forma. A artrite reativa é um tipo de artrite que pode ser desencadeada por via sexual infecções como a clamídia causa essa condição. Se você já teve este tipo de artrite antes, deve tomar cuidado para evitar transmissão, use preservativo.

Como a artrite pode afetar minha vida sexual?

Qualquer coisa que afete seu humor ou sentimento de bem-estar pode influenciar seu desejo sexual. Como muitas outras doenças, as artrites podem afetar seu humor e como você se sente geralmente.

As articulações inchadas podem fazer você se sentir menos atraente e afetar sua auto-confiança. Articulações dolorosas podem tornar mais difícil ficar em uma posição que você está acostumado. Fadiga ligada com artrite também pode reduzir o desejo sexual – sua equipe médica pode aconselhá-lo(a) sobre as formas de gestão da fadiga. Isso pode incluir conselhos sobre a conservação de energia ou, com prescrição de medicamentos.

Nas mulheres, a artrite às vezes leva a vagina seca, que pode fazer o sexo desconfortável. Lubrificação à base de água géis como KY Jelly ou Aquagel podem socorrer. Você pode obter estes em farmácias e supermercados, bem como através da Internet. Os lubrificantes à base de óleo tais como a vaselina ou óleo para bebês podem irritar a pele ou causar danos nos preservativos.

Mulheres passando pela menopausa podem discutir seus sintomas com seu ginecologista como a menopausa pode contribuir para a secura precisará de uma prescrição específicas.

Sexo não é igualmente importante para todos os casais, mas se é importante para você e seu parceiro(a) então você deve tentar encontrar maneiras para atender às suas necessidades. A maioria das pessoas com artrite acham que sua dor pode variar de um dia para outro, então você pode querer fazer na melhor oportunidades no seu melhor dia.

E se você experimentar diferentes posições, você deverá encontrar algumas que são mais confortáveis para suas articulações. Veja as figuras mais adiante na para algumas sugestões

Meus medicamentos afetarão minha vida sexual?

A maioria das drogas comumente usadas no tratamento das artrites não interferirá em sua vida sexual, embora os esteróides possam, por vezes, reduzir o desejo sexual ou causar impotência. Você deve discutir sobre suas medicações com o seu médico,
elas podem estar afetando de alguma maneira.

Medicamentos esteróides comumente usadas no tratamento das artrites não deve reduzir a eficácia das pílulas anticoncepcionais.

Minha protese articular pode afetar minha vida sexual?

Se você tem uma protese articular, a dor pós cirurgica pode estar interferindo na sua vida sexual. A operação pode melhorar
Sua vida sexual, bem como sua capacidade de andar, embora demore algum tempo a recuperação e os efeitos de uma operação até a ferida cicatrizar. Não é raro sentir-se vulneráveis ou nervosos(as) com relação ao sexo mas a maioria das pessoas sente-se capaz de reiniciar sua vida sexual 6 semanas após a operação.

Após uma substituição de quadril, você deve ter cuidado com certos movimentos pelo menos 12 semanas após a cirurgia, existe o risco de deslocar a nova articulação. Estes movimentos, em particular, é o ato de dobrar a perna para cima (flexão) e movendo abrindo as pernas (adução). É melhor você estar em baixo e seu parceiro(a) em cima.

Depois de uma substituição do joelho, também não deve se ajoelhar durante 6 semanas após a cirurgia, o que pode afetar algumas das posições que você pode usar.

Substituição de um ombro ou cotovelo deve evitar qualquer movimentos violentos ou extremos do braço em qualquer direção (especialmente para trás), ou colocar o peso nos braços.

Quando fizer uma cirurgia a equipe médica será capaz de lhe dizer quais movimentos a evitar. Certifique-se de perguntar se você está inseguro sobre qualquer coisa.

Como podemos superar dificuldades com o sexo?

As dificuldades podem ser físicas, psicológicas ou uma combinação de ambos. Estes são apenas algumas idéias sobre como superar estas questões: Mantenha-se ativo o apetite  sexual geralmente é maior se você se sentir em forma e ativo. Fazer alguma forma de exercício ajuda a manter a sua força muscular e também a amplitude de movimento em suas articulações também irá ajudá-lo a permanecer sexualmente ativo.

Fale sobre sexo, esteja preparado para falar abertamente com seu parceiro(a), sobre suas preocupações. Alguns problemas psicológicos são comuns.

Você pode ter baixa auto-estima e sentir menos atraente por causa de sua condição. O medo da dor pode deixá-lo nervoso, mas seu parceiro também pode ter medo de te machucar. Às vezes, a preocupação levam os casais a evitar qualquer contato físico. Informe o seu parceiro se algo é desconfortável, mas também claro o que se sente bem também.

Se você não puder resolver essas situações, então considere envolver um profissional. Seu médico pode ajudá-lo a lanejar com antecedência, quando a dor é um problema, tome analgésicos, cerca de uma hora antes do sexo. Isso pode não parecer muito espontâneo, mas vale a pena se fazer sexo te torna mais confortável. Suas articulações também podem se sentir mais confortável após um banho quente ou chuveiro – Por que não compartilhar um com seu parceiro?

Relaxe, massagem pode ajudar a relaxar as articulações e músculos, isso pode fazer parte das preliminares. Experimente uma posição diferente, existem muitas posições em que o sexo é possível e agradável para ambos parceiros de pé, ajoelhado ou sentado.

E se uma posição coloca pressão sobre suas articulações, vale a pena experimentar outras ou usar almofadas para ajudar e se apoiar. Há também uma grande variedade de móveis que podem ajudá-lo a encontrar mais posições confortáveis.

Experimente outra coisa o sexo penetrativo não é a única forma de alcançar satisfação sexual. Muitos casais encontram no ato de beijar, acariciar e a masturbação mutua tão agradável quanto o ato em si. Sexo oral também é agradável, embora uma mandíbula inflamada pode causar desconforto.

Os “brinquedinhos” sexuais tais como vibradores estão disponíveis em sex-shop ou lojas virtuais essas encomendas são frequentemente embaladas discretamente, e podem ser particularmente úteis para relaxar as articulações dolorosas e os músculos também assim como para a estimulação genital.

A comunicação é a chave para resolver quaisquer dificuldades. Muitos casais se aproximem discutindo abertamente é o resultado são relações mais fortes.

Guia sexual para o paciente reumático

Posições: As posições mostradas são apenas algumas sugestões. Com um pouco de experimentação e discussão aberta, a maioria dos casais, seja gay ou heterossexual, será capaz de encontrar posições que sejam confortáveis e agradáveis para ambos os parceiros.

Guia sexual do paciente reumático
Guia sexual do paciente reumático Artritis Research
Guia sexual do paciente reumático
Guia sexual do paciente reumático Artritis Research
Guia sexual do paciente reumático
Guia sexual do paciente reumático Artritis Research
Guia sexual do paciente reumático
Guia sexual do paciente reumático Artritis Research

Com quem mais posso falar?

A maioria dos casais atravessa fases, seu relacionamento pessoal ou sexual é menos do que perfeito, e tendo artrites pode criar preocupações adicionais.

Mas não ajuda se você achar que seu relacionamento está mudando de uma maneira que você não está feliz, com ou sem doença se você não conseguir resolver esses problemas entre vocês o resultado será ter uma vida sexual como qualquer outro, uma vida sexual “problemática.”

Tente discutir os problemas que você está enfrentando com alguém que você se sinta confortável, como um amigo ou alguém com sua mesma condição, artrite ou espondilite. Considere falar com seu parceiro (a) para aconselhamento profissional ou, se necessário frequentar uma clínica, você pode se sentir mais confortável falar com um especialista.

Poderemos ter um filho?

Não há razão para que sua condição o impeça de vocês terem filhos se o desejar. No entanto, é aconselhável discutir com o seu médico antes de tentar ter um bebê. O seu tratamento pode necessitar de mudança, seja você homem ou mulher, sua condição pode significar A necessidade de sua gravidez ser monitorada mais cuidadosamente do que o normal.
• Alguns medicamentos, como a sulfasalazina, pode reduzir temporariamente a contagem do esperma.
• Alguns estudos sugerem que anti-inflamatórios esteróides (AINEs) podem aumentar o risco de aborto espontâneo se tomado ao durante a concepção e gestação.
• O metotrexato e a leflunomida podem ser perigoso para uma criança por nascer,  e deve ser interrompido pelo menos 3 meses (alguns médicos recomendam 6 meses) antes da tentativa de engravidar.

É importante discutir a contracepção com o seu reumatologista e seu ginecologista.
• Mulheres com lúpus e/ou a síndrome antifosfolipídica pode ter um risco maior de aborto espontâneo, essas condições precisam ser monitoradas mais de perto durante a  gestação. Se você planeja ter um filho, precisa discutir antes com sua equipe de tratamento.

Veja mais antes aqui sobre planejamento familiar

Alguns medicamentos podem passar para o leite materno e pode ser prejudicial para o bebê por isso é melhor conversar com o seu médico, sobre quais medicamentos são seguros se você se desejam amamentar. As mulheres com artrites podem ter mais desconforto nas costas, quadris ou joelhos durante a gravidez devido ao aumento de peso. Mulheres com

lúpus pode às vezes ter crises durante a gestação e seus sintomas enquanto estão grávidas, enquanto mulheres com artrite reumatóide, frequentemente acham que sua condição melhora durante a gravidez – embora possa incendiar-se novamente após o nascimento.

O parto pode agravar a dor nas articulações das costas ou quadris. Mulheres com Espondilite Anquilosante devem conversar com seu médico sobre a possibilidade de ser necessário cesárea, pois as articulações sacroilíacas pode ter tido danos que impeça o parto natural.

Fonte: Artritis Research UK

Sejam bem vindos!