Espondilite Anquilosante uma Deficiência invisível

0
1548
Deficiência
Deficiência invisível

Ter uma deficiência  em nossa sociedade é ser estigmatizado em muitos casos ser marginalizado, ter uma doença crônica degenerativa, progressivamente é como ter uma deficiência “invisível” não é fácil.

Quando a deficiência é aparente, muitos até conseguem a ajuda e compreensão de outras pessoas. Mas aqueles em que a deficiência não é aparente fisicamente acabam passando por situações constrangedoras.

Deficiência
Deficiência, inclusão

Quando falamos da espondilite das dores por ela causada, as pessoas às vezes não acreditam. Por isto preferimos nos calar. Mas nós calar não faz essa deficiência deixar de existir, “a dor não sangra”, nossa deficiência aos olhos da sociedade é inexistente, ninguém sabe que mesmos nos melhores dias iremos aos hospitais 5 a 6 vezes por mês, para tomar medicamentos, buscar medicamentos, consulta no reumatologista, exames laboratoriais e de imagem, fisioterapia, dermatologia, ortopedia, nutricionista e muitas vezes para suporte psicológico e/ou psiquiátrico.

Dificuldades nos ônibus

Pegar ônibus também é difícil. E as idas e vindas aos locais de tratamento são viagens doloridas. Quando conseguimos uma cadeira pra sentar, tudo bem. Mas quando vamos em pé, sacolejando  nessas ruas  esburacadas, quando ocupamos um acento comum e não o cedemos para prioridades muitas vezes somos repreendidos visualmente, se estiver num acento preferencial ninguém quer saber se temos ou não uma deficiência apenas somos censurados com olhares e palavras.

A fila do banco é outro momento constrangedor pois ficar horas em pé é um martírio, aconselho que peguem carteirinha de gratuidade no transporte, carta de beneficios no INSS ou um laudo médico que ateste sua doença.

Façamos valer nossos direitos!

Para conhecer nossos direitos clique aqui 

Sejam bem vindos!