Derrame articular e punção articular

Derrame articular e punção articular – O derrame articular ocorre quando um processo inflamatório aumenta demasiadamente a quantidade de líquido articular, obrigando a ser feito o procedimento de punção ou seja a retirada do líquido extra para aliviar os sintomas locais e acelerar o processo de recuperação.

Derrame articular e punção articular

Dor, inchaço, vermelhidão e aumento da temperatura do joelho são alguns dos sintomas mais comuns do derrame articular, também são sintomas da maioria das artrites, seja espondilite, artrite reumatóide ou qualquer artrite ou mesmo traumas. Geralmente um ortopedista ou um reumatologista, que faz seu diagnóstico e seu tratamento.

alt="Derrame articular e punção articular"
Derrame articular e punção articular

Os derrames articulares ocorrem quando há sangramento dentro da articulação; ou quando há aumento do próprio líquido, produzido dentro da articulação, acima do normal devido a uma inflamação, o que é popularmente conhecido como água no joelho.

Entre as principais causas estão:

  • Traumatismos após torções ou pancadas.
  • Presença de doenças reumáticas, como gota, artroses, artrites; mas também problemas de coagulação sanguínea e infecções.

Geralmente, os líquidos no joelho são absorvidos naturalmente pelo próprio organismo e não trazem consequências. Entretanto, é muito comun nas osteoartrite (artrose) e mistura a fragmentos de cartilagem provocando muita dor.

alt="Derrame articular e punção articular"
Derrame articular e punção articular

Derrame articular e punção articular: Diagnóstico e tratamento 

O derrame articular é identificado pelo médico a partir dos sintomas e sinais clínicos. Em alguns casos, porém, pode ser necessário fazer uma punção articular, procedimento simples realizado em ambulatório com agulha e anestesia leve no local; ou exames de imagem de ultrassonografia ou ressonância magnética para confirmar o problema.

Imagem de derrame articular e punção articular

O tratamento irá agir sobre a causa do acúmulo de líquido; e pode envolver medicamentos anti-inflamatórios, fisioterapia, punção articular (retirada do líquido com agulhas) e, nos casos mais graves, artroscopia para retirada de parte do tecido lesionado.

A artroscopia é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo feito com o paciente anestesiado. Na maioria dos casos, os pacientes que fazem artroscopia no joelho recebem alta no mesmo dia ou no dia seguinte.

Algumas dicas para prevenir:

  • Fortalecimento das articulações com auxílio de um professor de educação física ou fisioterapeuta .
  • Controle do peso.

Curta nossa página no facebook

Leiam mais…

[su_slider source=”category: 39″ link=”post” height=”600″]

Comentários

Comentários

Sejam bem vindos!