Depoimento de um paciente com espondilite

alt=
Quando o médico se torna o paciente

Depoimento de um paciente com espondilite – A Espondilite tirou de mim o sonho de continuar sendo cirurgião! Mas, eu melhorei minha forma de encará-la com muito determinação, sem ficar “ligado” nela como se fosse minha  (é um corpo estranho…), mantive o comportamento extrovertido e joguei futsal até não poder mais mesmo (acho que até meus 39 anos). Depoimento de um paciente com espondilite

Depoimento de um paciente com espondilite

Tenho cifose, uma prótese de quadril D e farei este ano a do lado E. Contudo, continuo com o mesmo comportamento, sem tristezas diárias (pensando na injustiça da doença…), mantendo o bom humor, aprendendo, sempre, a levantar quando caio, trabalho (apesar de aposentado), dirijo….etc.
Sei que cada um tem sua dor e cada um tem a patologia de um jeito, mas, sempre procurem dizer a si mesmos que tem capacidade de superar isso tudo! Sobreviver não é opção…sempre procurar viver, pois, no equilíbrio psicológico é que a EA tem seu maior inimigo.
Se companheiro ainda não aprendeu a cair e se levantar…procure sempre ajuda com psicoterapia para ajudar a encontrar caminhos bons. Outro inimigo da EA: a atividade física, mesmo se passiva. Ontem eu vi o temor em companheiros lá na comunidade EA…no tópico da Fernanda (Lisboeta) dizendo do passamento da Glauce.
Ninguém escreveu ontem, na comunidade, em nenhum tópico após às 11,30 ( último a postar foi Emiliana). Parece que houve um choque! É natural essa reação! Mas, não é conveniente, pois, a melhor forma de se driblar a morbidade da EA é admitindo que esse mal existe! Manter o equilíbrio é tudo!
Aprender com a dor e como fazer para encará-la. Não é colocando uma toalha sobre um ferimento, sem apertá-lo, pois, o sangue continuará a jorrar! Os membros da comunidade mostraram o que temem, quando era a hora de estarem lá no tópico da Fernanda ( membro que mora em Portugal e que adora a comunidade) que escreveu para nós, desesperada, muito emotiva com a partida da Glauce, que era sua amiga virtual no seu orkut e msn.
Somente eu e Emiliana chegamos para tentar dar consolo (se valeu para alguma coisa…). Hoje que mais membros chegaram mais na comunidade e nesse tópico! O que é isso? Como vamos enfrentar essa patologia severa…”tapando o sol com peneira”? Temos que refletir atitudes, inclusive aqui no grupo sobre enfrentamentos…hora de lamentar, hora de ajudar, etc.!
Acho que nunca tinha visto pessoas de tanto coração aberto e dispostas a ajudar o próximo como na comunidade EA (poucos membros contudo, participam).
Aprendi muito! Cheguei na comunidade para ajudar e acabei aprendendo e sendo ajudado muito diante da EA!
Venhamos aqui e qualquer outro lugar com esse intuito, pois, contribui demais para amenizar essas mazelas que nos derrubam.

Abraços a todos!

Reginaldo Moraes.

Curta nossa página no facebook

Leiam mais… 

Comentários

Comentários

Sejam bem vindos!