Cosentyx™, medicamento da Novartis para psoríase, recebe aprovação da ANVISA

0
614
Cosentyx™, medicamento da Novartis para psoríase, recebe aprovação da ANVISA.
ANVISA aprova o primeiro tratamento biológico inibidor da IL-17A para pacientes com psoríase em placas moderada a grave, em pacientes adultos candidatos à terapia sistêmica ou fototerapia.
 Em estudos, o novo medicamento biológico da Novartis apresentou resultados significativos e superiores a alguns dos tratamentos atuais: 8 em cada 10 pacientes com psoríase apresentaram 90% ou mais de melhora após 16 semanas de tratamento, o que significa ter a pele sem lesão ou quase sem lesão, metas do tratamento da doença.
Muitos pacientes em tratamento com secuquinumabe mantiveram o resultado de 90% ou mais de melhora por até três anos do estudo
 Sobre a Psoríase
A psoríase afeta negativamente a vida das pessoas, tanto física quanto psicologicamente. Os sintomas são muitas vezes incômodos e incluem sensação de queimação, dor nas articulações, coceira e dor na pele. Esses fatores limitam frequentemente a capacidade das pessoas para realizar atividades diárias e impactam diretamente em sua rotina. O efeito da psoríase na qualidade de vida tem se mostrado semelhante ao de patologias como angina e hipertensão, podendo afetar até mesmo a saúde mental dos pacientes.
 A psoríase não tem cura, mas com o tratamento adequado é possível conviver bem com a doença. E o mais importante é ressaltar que não se trata de uma doença contagiosa, por isso, não é necessário evitar o contato com pessoas portadoras de tal condição. Cerca de 75% dos pacientes com psoríase se sentem constrangidos em expor o corpo a outras pessoas e 27% tem dificuldades na vida sexual, de modo que sua vida social e emocional é afetada.

Sejam bem vindos!