Celulas tronco para tratar doenças auto-imunes pode ser esperança de cura para espondilite anquilosante e outras doenças reumáticas, sugere pesquisa da U.Stanford

2
1905
Cientistas
Centro de pesquisa

Universidade de Stanford tem uma grande notícia para milhares de pessoas que tem doenças auto-imunes como a espondilite anquilosante, artrite, esclerose múltipla, diabetes e lúpus.

o sistema imunológico do seu corpo protege contra doenças e infecções. Mas se você tem uma doença auto-imune, o sistema imunológico ataca as células saudáveis em seu corpo por engano, mas os transplantes de células-tronco da medula óssea de doadores saudáveis foram utilizadas para redefinir o sistema imunológico e reverter as condições fatais.

O sistema imunológico do paciente  deve ser reiniciado, antes das células saudáveis ser implantada.

Neste estudo 20% das cobaias  morrem durante o procedimento de reiniciar o sistema, e os cirurgiões não tentará um transplante menos que não haja outra esperança.

Cientistas da  Universidade de Stanford tem uma boa notícia, é um procedimento novo, que estimula o corpo a destruir as células do sistema imunológico com defeito.

Os pesquisadores provaram que funciona em animais, e estão esperançosos de que ele também vai ser eficaz em seres humanos.

Professor de medicina na Universidade de Stanford,  Dr. Judith Shizuru dizer; “Se ele funcionar em humanos como o fez em camundongos, seria de esperar que o risco de morte por transplante de células estaminais do sangue cairia de 20 por cento para efetivamente zero.”

“A quimioterapia e radiação usadas para este transplante pode causar problemas tanto imediatos como danos a longo prazo de muitos tecidos no corpo”.

“Entre os muitos efeitos secundários tóxicos conhecidos, estes tratamentos podem causar danos no fígado, órgãos reprodutores e cérebro, podendo causar convulsões e prejudicando o desenvolvimento neurológico e crescimento em crianças.”

Os cientistas desenvolveram anticorpos que trancam as células estaminais do sangue com mau funcionamento e sinaliza para as células “de eliminação de resíduos” conhecidas como macrófagos, cujo trabalho é comer o material nocivo no corpo” faça esse trabalho. 

Célula macrófaga destruindo agente invasor assim como faria com as células defeituosas do próprio corpo
Célula macrófaga destruindo agente invasor assim como faria com as células defeituosas do próprio corpo

O tratamento permite que o material recebido de um doador saudável  em forma de células-tronco transplantadas se fixe na medula óssea e gere um novo sistema imunológico.

Isto significa que qualquer doença causada pelas próprias células do sistema imunológico do paciente, incluindo câncer do sangue, poderia potencialmente ser curada com uma aplicação única de células-tronco do sangue, dizem os cientistas.

A pesquisa foi publicada na revista Science Translational Medicine.

Fonte: telegraph.co.uk

2 Comentários

  1. Como posso conhecer mais sobre o assunto?
    Estou disposto a participa dos testes ou investir no programa.
    Não aquento mais espera melhoras.

Sejam bem vindos!